Conhecerei a verdade…

Disse-lhe, pois, Pilatos: – Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum. (João 18:37-38)Assim disse o Senhor Jesus: “Conhecerei a verdade e a verdade vos libertará” (João 8.32), e também disse Ele “…Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6). Gostaria de começar falando sobre uma palavra que se repete nesses dois versículos: verdade.

Se buscarmos um significado para essa verdade falada por Cristo, perceberemos que não é algo descritível, pois Ele a viveu e não falou dela. Cristo veio para ser santo, reto, e para viver o propósito do Pai: morrer, ressuscitar, perdoar, ensinar a viver conforme era o plano perfeito e agradável do Senhor, fazendo a ligação entre o homem e Deus, que havia sido interrompida lá no Éden por Adão e Eva no momento da “queda”.

Pois bem, vamos fazer uma pequena conclusão à esse texto: Se Cristo é o filho do Homem, caminho, a verdade e a vida, o Salvador, quem nos tirou das garras de Satanás, logo nós devemos ser seus imitadores, correto? Pois bem, e se conhecermos a verdade e a verdade nos libertará, logo concluímos que realmente Cristo é: A VERDADE.  E ISSO NOS BASTA. Como Ele é a chave principal da Bíblia, pois afinal ela se divide em “antes e depois de Cristo” a Bílbia Sagrada sim é a verdade.

Pois bem, lhes convido para fazermos alguns pensamentos e concluirmos mais algumas coisas sobre o nosso Livro da Verdade, a Bíblia Sagrada. Como um manual de instruções, a Bíblia nos ensina a levar a vida conforme a vontade do Pai e nos mostra também, para que lado não devemos ir, como não devemos agir, essas coisas. A Bíblia deve ser o nosso porto seguro, pois quando entramos em contato com ela, estamos em contato com Deus. Ali Ele fala, Ele repreende, Ele ama, ensina,exorta …

A Palavra da verdade é a Bíblia, e essa Verdade é Cristo. Cristo, quando teve a oportunidade de teorizar sobre a tal Verdade, simplesmente se calou, porque ela é vivida. A verdade é o nosso testemunho. Se eu vivo a Verdade, tenho certeza de minha salvação, de minha liberdade no Espírito. Não preciso ser espiritualista demais para viver a Verdade. Muitas pessoas, às vezes, nem conhecem  a Cristo, ou por circunstâncias da vida o conhecem só de ouvir falar e vivem a verdade muito mais perto do que ela é em comparação a pessoas fervorosamente espirituais, mas não estamos aqui julgando ninguém, apenas fazendo um pequeno comentário de algo que infelizmente acontece.

Portanto deixo-lhes esse post com carinho e lhes indico um texto: II Cor. 3:3 “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.”

A Palavra é clara quando fala sobre essa passagem, devemos ter as leis do Senhor em nosso coração, agir não por obrigação, mas por obediência a Ele. Israel tinhas as leis escritas em pedras para “visualizar” a obediência, assim como precisou de um rei: Saul. Assim como precisava da arca da aliança para acreditar que o Eu Sou estava ali. Nós não precisamos disso, porque vivemos a Nova Aliança que é Cristo, a verdade para nós não é falada ou escrita, mas vivida, porque Ele vive para a Eternidade.

Em Cristo,

Diagnóstico: Cristão.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s