E o “Mover”, te move ou te comove?

Olá amados, tudo na Paz do Senhor!

Tchê (com o perdão da expressão), que raiva!

Resolvi escrever esse post para demonstrar meu descontentamento publicamente! Quem me acompanha no twitter tem visto como ando amargo. Mas, e como não andar?

Ouve-se falar tanto do “Mover de Deus” Brasil afora, e agora, olhando uns vídeos no youtube, achei por acaso, um video de um pastor, de sei lá onde, e nem me interessa, mostrando uma cobra coral que estava dentro de uma irmãzinha da igreja. Cara, primeiro expulsavam espíritos, agora animais, daqui a pouco vou ver gente tentando expulsar espírito de apêndice ou prisão de ventre. Ainda vou ver Jesus expulsar os espíritos de porco gospel.  Queridos irmãos, pergunto-lhes, como teria ido parar uma cobra coral dentro da irmã e ela não perceber? Outra, a cobra ficaria assustada de estar lá, porque é um animal de caça, e para se alimentar ela caça o seu alimento, por fome, a tal cobrinha teria desferido mordidas no ventre da moça! Nem vamos entrar na questão de ser venenosa ou não, porque há com e sem veneno, e nem o calor do corpo humano. Ele ainda gritava “ela ainda está viva, está se mexendo”. Gente com ele balançando o braço, isso seria óbvio que ela estaria se mexendo, afinal não está empalhada. E como que ele tirou de um vidrinho com álcool a cobra se ele dissera que a moça acabara de vomitá-la?

Lhes pergunto, é justo, expor uma pessoa a esse constrangimento? Se olharem o video, há uma edição que fala o nome, sobrenome, altura, peso da irmã. Só faltou dizer CPF, se tem passagem na polícia e número da conta bancária (se bem que isso já se vê há tempo). E como ficou a imagem da irmã? A irmã que foi liberta da maldição da cobra; a irmã que vomitou a cobra ou mais uma vítima dos power rangers gospel que expulsam demônios ao vivo para demonstrar seu poder e sua unção?

E o que falar da tal unção do riso? Ví um vídeo de David Wilkerson (aliás, recomendo, muito bons os ensinamentos) contando a história da tal unção do riso. Quero fazer com os amigos uma pequena ilustração, imaginem a cena:

“Uma irmãzinha passando por dificuldades entra numa igreja. Órfã, criada pelo irmão que a violentou, seu namorado um viciado acaba de ser preso por roubo para sustentar o vício. Ela não tem de onde tirar o dinheiro para colocar comida na mesa  dos seus dois filhos, de pais diferentes e desconhecidos. Ela foi até sua igreja porque ela passou por ti, e tu estavas entregando panfletos de tua igreja (para muitos, um ato heroico de evangelismo) e entregou para ela. Ela, sem saber o que procurar, entrou na sua igreja. Pensou que lá seria um lugar bom. De repente, começa o louvor, o irmão do louvor fala ministrações lindas, que tocam o seu coração, algo extremamente comovente. Daí, o pastor pega o microfone e começa a rir. A igreja, um pequeno mundinho fechado, já sabendo do que se trata, pensa: ‘hoje o pastor está com o fogo, olha lá, ungido com a unção do riso de novo,  igual semana passada’, daí tu começa a rir também, mais dois começam a rir, mais cinco, mais vinte, mais cinquenta, mais duzentos e a irmãzinha sozinha, sem saber do que se trata, já pensa que estão rindo dela. Sai da igreja, larga os filhos em um orfanato e vai até um prédio abandonado e pula de cabeça para baixo, morre agonizando na calçada”. Nossa, que história forte, que vida desgraçada, não? Os mais simplistas falariam “ela tem a chance dela e não quis tomar a sua cruz”.

Pois bem, foi obra da minha mente. Mas saiba que já conheci pessoas com um pouco dessa história, juntei todas numa só, mas não duvide, pode haver alguém com uma história dessas, mas onde eu quero chegar é: afinal, de que a igreja ria? Do pastor, da irmã ou, pior ainda, do Espírito Santo? Sim, dizer que unção do riso vem do Espírito Santo é fácil, mas onde está na bíblia? Por que não se vê falar de unção de amor? Algo que o Espírito te toca e te faz sair durante a semana, visitar teu vizinho e falar do amor de Deus para ele? Eu fui evangelizado assim, meu vizinho falava todo dia comigo, e evitava falar de igreja, quando me via triste, falava do amor de Deus, no mais, falava de futebol, de música, de carros, de política, estudos, trabalhos…

Onde que esse “Mover” sobrenatural te leva? “Ah, mas o pastor esta rindo, vou rir também…”, saiba que: “E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que não vos conheço. ” (Mt. 25:12)

Meu querido, a alegria do Senhor é diferente da esquizofrenia do riso abobado. Uma vez vi isso na igreja onde eu frequentei de um grupo de visitantes. Achei algo absurdo, porque, saiba de uma coisa, se tu é um adepto a essa moda, isso atrapalha o verdadeiro Mover de Deus, que é aquele que trás arrependimento. E como só há salvação se antes houver arrependimento, comece se arrependendo de suas presepadas comoventes e momentâneas e procure conhecer o verdadeiro Autor da Vida.

Entenda que o Espírito Santo é nosso intercessor com o Pai, nosso elo de ligação, e não uma pena que te faz cócegas, uma tecla sap que faz você mudar de linguagem, ou um humorista que conta piadas no teu cérebro para você estar feliz. Lembre-se que quem ri demais e sem motivo é tolo e essas são as pessoas mais tristes, pois fazem aquilo apenas pelo exterior, pois o interior já está corroído buscando um aditivo verdadeiro que lhe traga a felicidade. E, se o Espírito Santo está realmente em nós, então que aprendamos a andar em Cristo com nossos próprios pés e façamos uma revolução.

Em Cristo

Diagnostico Cristão.

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas, Notícias, Notícias Comentadas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para E o “Mover”, te move ou te comove?

  1. APostolo DIAS - Ilheus - BA disse:

    Amados que comentarios mais sem noção… e olha q ESSSSSSSSTOOORIA mais absurda… a unção do riso querido ou querida é justamente para a pessoa que esta angustiada e atribulada de espirito e alma… Shalom

    • Me prova na bíblia que a unção do riso não é um falso ensino.

      Cara, se o Espírito de Deus nos deu Sua Palavra, por que Ele faria pessoas rirem desordenadamente, de forma a aparecer um bando de abobado para vencer angustia e/ou tribulações. Isso é uma heresia!

      Tenho certeza que quando acaba o culto e a emoção dessa “unção”, não dá dois dias para a angústia voltar, digo dois dias porque essa pessoa pode ficar naquele estado de euforia, devido a farra coletiva ocorrida na igreja. É só chegar o primeiro telefonema do SPC que volta toda angústia. Ah, esqueci que crente não fica devendo no SPC.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s