Placebo Cristão

Chega o dia em que esses pelos que crescem no rosto
significam muito mais que suspiros femininos;
Mais que um acessório para combinar com a roupa
Roupa nova, roupa limpa, velho coração, alma suja

A Verdade não está nas páginas decoradas
No hábito, nem na religiosidade da caridade e do perdão paliativos
Está na vida vivida, no silêncio, nas esquinas do coração;
Escondida onde jamais encontrarei: à minha frente

Esvaziar-se para ser preenchido
Quebrar-se para ser reconstruído
Não para mim: sou livre e feliz;
cheio de dúvidas e seguro de mim

E é fácil seguir mentindo para o travesseiro
Ainda que de olhos abertos
Basta negar que os joelhos doem
Basta seguir regando os espinhos enquanto a rosa murcha

Mas em dado momento se entende
que testemunho é dar razão da própria Fé;
Que desonrar a si mesmo não é tão dilacerante
quanto desonrar o nome de Quem te comprou

Pois Ele segue adiante, entretanto, e a imagem que desbota não é a minha no espelho

"Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como criança, não entrará nele."

Anúncios
Esse post foi publicado em Canções e Poemas e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s